Ir para o conteúdo principal

SEO para hotéis: o guia completo 2021/22

  Publicado em Metapesquisa

Qualquer profissional de negócios já ouviu falar de SEO. Todos gostamos de falar sobre garantir que realizamos SEO, mas quantos de nós percebem realmente do assunto e fazem as coisas corretamente?

É importante perseverar neste esforço, porque não importa o quão bem desenhado está o website do seu hotel se não for visto por ninguém. É aqui que entra o SEO: este blog dar-lhe-á uma ajuda com um guia simples mas completo para melhorar o SEO do seu hotel.

O que é o SEO para hotéis?

SEO é o acrónimo de “search engine optimisation”, ou “otimização de motores de busca”, e combina vários métodos criados para aumentar a quantidade de visitantes do website do seu hotel a partir de resultados de pesquisa orgânicos.

Com sorte, as estratégias utilizadas pelo seu hotel farão com que o seu estabelecimento consiga uma maior visibilidade dentro das páginas de resultados dos motores de busca (ou SERP).

Um SEO bem executado significa que quando as pessoas pesquisam determinadas palavras-chave ou frases, o seu hotel é um dos primeiros e mais relevantes resultados da consulta, o que aumenta a probabilidade de o utilizador clicar no seu website e reservar um quarto no seu estabelecimento.

É importante realçar que não deve esperar resultados da noite para o dia ao otimizar as suas estratégias para motores de busca. No que toca ao SEO, é necessário ter um processo consistente.

Conteúdo

Qual a importância do SEO para os hotéis?

Visto que os websites que aparecem na primeira página dos resultados do Google recebem mais de 90% do tráfego, é fundamental ter uma estratégia de SEO que consiga isto. Eis alguns dos benefícios de um SEO forte:

  • O tráfego orgânico do SEO é gratuito e perene.
  • O SEO é bom para segmentar utilizadores que são considerados de “elevada intenção”. Se estiverem a pesquisar hotéis na zona, coisas para fazer ou lugares para visitar, é claro que pretendem visitar a sua cidade e tornar-se um hóspede pagante.
  • O SEO pode ser hoje mais importante do que nunca, com relatórios a indicar que as pesquisas por hotéis e resorts são mais elevadas agora do que em qualquer outra altura na última década.
  • O SEO pode fornecer reservas sem comissões quando os viajantes visitam o seu website a partir do Google.

Demora tempo, mas se fizer tudo bem feito, pode conseguir mais reservas do que a concorrência com menos dinheiro gasto em marketing.

Noções básicas de SEO: pesquisa de palavras-chave

Concentrar-se em palavras-chave e desenvolver uma estratégia de palavras-chave é o grande primeiro passo e contribuirá para o conteúdo que coloca no seu website. Já sabe que os hóspedes procuram ótimas experiências, por isso pode escrever um blogue no seu website dedicado a “hotéis com as melhores comodidades em…”.

O conteúdo tem de abordar o que o viajante procura, caso contrário, este fará uma nova pesquisa sem clicar e o Google não verá o seu conteúdo como informação útil.

Existem quatro tipos de intenções do utilizador:

  • Informativa
    Como o nome sugere, descreve os utilizadores que procuram informações num sentido geral e, no seu caso, pode ser usado no início das pesquisa para a viagem. Por exemplo, “coisas para fazer em Paris”.
  • Comercial
    Aqui, os utilizadores investigam mais detalhadamente antes de se comprometerem totalmente e tomarem uma decisão. Por exemplo, podem pesquisar “restaurantes mais bem classificados em Paris”.
  • Transacional
    É quando os utilizadores sabem o que querem e estão prontos para comprar. Por isso, uma provável pesquisa poderia ser “quarto de hotel para dois em Paris”.
  • De navegação
    Estes utilizadores querem navegar para uma parte específica de um website e uma pesquisa no Google torna isso mais fácil. Pense em algo como “política de cancelamento do [nome do hotel]”.

Geralmente, existem dois tipos de palavras-chave: ampla e de cauda longa. Uma pesquisa ampla pode ser “hotel em sydney”, enquanto uma pesquisa de cauda longa seria mais específica, tal como “hotel para viajantes de negócios em Sydney CBD”.

Encontrar as palavras-chave para SEO
Para desenvolver a sua estratégia de palavras-chave para SEO, concentre-se nas principais características do seu hotel, como:

  • Termos que os viajantes utilizam para descrever o seu hotel.
  • Por que motivo as pessoas viajam para a sua localização?
  • O que pretendem fazer?
  • O que gostariam de ter no seu estabelecimento?
  • Que serviços periféricos possui o seu estabelecimento, incluindo casamentos, conferências e eventos?

As ferramentas de pesquisa de palavras-chave fornecem informações sobre o número médio de vezes por mês que uma palavra-chave é pesquisada. No entanto, se vir 0/mês, não significa que as pessoas não estão interessadas nesse tópico. Pode simplesmente querer dizer que está a utilizar palavras diferentes das delas, por isso, continue a procurar!

Assim que tiver uma lista de palavras-chave atuais, é necessário dividi-las em palavras-chave principais e secundárias.

Palavras-chave principais
Uma palavra-chave principal é o tópico ou termo principal pelo qual pretende que determinada página seja classificada. Vale a pena realçar que, normalmente, estas são as palavras-chave mais competitivas. No entanto, se o seu hotel aceitar animais de estimação, vai querer garantir que tem conteúdo no seu website que sustente isso.

Exemplos de palavras-chave principais:

  • Hotéis
  • Hotel perto de mim
  • Hotéis em Nova Iorque

Palavras-chave secundárias ou relacionadas
São palavras-chave mais detalhadas, mas ainda assim relacionadas com as palavras-chave principais. Em muitos casos, são palavras-chave que refletem alguém que está a investigar antes de tomar uma decisão. Por exemplo, um possível hóspede pode querer saber se o seu hotel aceita animais de estimação ou se tem Wi-Fi, por isso, isto são tudo coisas que deve mencionar no seu website.

Exemplos de palavras-chave secundárias:

  • Hotel que aceita animais de estimação.
  • Hotel que aceita animais de estimação perto de mim.
  • Alojamento que aceita animais de estimação em Nova Iorque.

O conteúdo deve ser sempre útil e informativo. O Google valoriza o conteúdo que satisfaz as necessidades dos utilizadores, por isso, para ter uma maior probabilidade de aumentar a sua visibilidade, pense em como pode criar este tipo de conteúdo.

Criação de conteúdo e experiência de utilizador

Se quiser ter boa classificação em pesquisas de palavras-chave, é fundamental ter conteúdo de qualidade para as fundamentar, caso contrário, não tem a mínima hipótese.

Para criar conteúdo valioso, é necessário que este seja:

  • Relevante- O seu conteúdo corresponde às intenções do utilizador? Para ajudar, utilize a palavra-chave escolhida como tópico ou conceito e desenvolva a partir daí.
  • Autoritário – O seu conteúdo tem de ser aprofundado, detalhado e bem informado. É importante garantir que o conteúdo responde a todas as dúvidas que o utilizador teve quando efetuou a pesquisa.
  • Fiável – É importante que o Google veja as suas informações como fiáveis. Não se esqueça de utilizar fontes quando for necessário e certifique-se de que o seu conteúdo está sempre atualizado.
  • Único – Não copie nem cole em massa conteúdo de outros sites nem de outras partes do seu próprio site.
  • Amigável – Tem de ser fácil de ler e navegar para o utilizador. É importante que tenha bom aspeto, que carregue rapidamente e que seja digerível.

Se tratar o seu conteúdo no contexto da oferta e da procura e o criar de forma agradável, vai ter bons resultados!

SEO no local

SEO no site ou na página significa basicamente otimizar elementos de um website (o conteúdo e o HTML) para melhorar a classificação do mesmo nos motores de busca e, assim, direcionar mais tráfego orgânico para o website.

Eis alguns dos elementos que pode otimizar:

  • Títulos de página
  • Metadescrições
  • Etiquetas de cabeçalho
  • Estrutura de URL
  • Conteúdo do site
  • Texto alternativo da imagem

O termo site refere-se ao website inteiro do seu hotel, enquanto o termo página se refere a uma única página, tal como uma publicação no blogue. O objetivo das estratégias no site para o SEO do seu hotel é facilitar a compreensão tanto dos motores de busca como dos utilizadores:

  • Do que trata o website.
  • Do que trata cada uma das páginas do website.
  • Se uma página é relevante para a pesquisa.
  • Se a página é de elevado valor.
  • A autoridade no assunto.

Títulos de página, metadescrições e URL

Quando pensamos em otimizar o nosso conteúdo, temos de começar a pensar mais tecnicamente e a considerar títulos de páginas, metadescrições, etiquetas de cabeçalho, URL, ligações e muito mais.

Estes elementos ajudam os motores de busca e os utilizadores a perceber mais sobre o seu conteúdo e podem garantir que o seu conteúdo é relevante para o que o utilizador procura.

As etiquetas de título, ou títulos de SEO, são a primeira coisa que um possível visitante vê ao pesquisar e são apresentados nas páginas de resultados dos motores de busca como um título clicável para a página.

Uma metadescrição é um breve resumo do conteúdo de uma página e é mostrada nos resultados de pesquisa por baixo da etiqueta de título.

  • O URL é o endereço de cada página no seu site.
  • Dicas técnicas rápidas de SEO para criar conteúdo no seu sistema de gestão de conteúdo
  • A etiqueta de título tem de ser uma descrição precisa e concisa do conteúdo de uma página.
  • Faça da palavra-chave principal um cabeçalho principal (H1).
  • Utilize a sua palavra-chave principal no primeiro parágrafo do conteúdo.
  • Inclua as suas palavras-chave principais e secundárias em todo o conteúdo.
  • Utilize etiquetas de cabeçalho 2 (H2) para palavras-chave relacionadas.
  • Certifique-se de que o seu URL inclui a sua palavra-chave, é conciso e claro.
  • Utilize ligações relevantes para aumentar o valor do seu conteúdo.

Otimizações de imagens

As pessoas costumam comprar com base em emoções, por isso é sem dúvida importante ter imagens incríveis no seu site, especialmente na indústria hoteleira. No entanto, não otimizar as imagens pode afetar gravemente os esforços de SEO, desde tornar o site mais lento até dar aos utilizadores uma má experiência.

Os fatores mais importantes são a qualidade das imagens, o tamanho das imagens e o texto alternativo das imagens. Olhemos detalhadamente para cada um destes fatores.

Qualidade da imagem
Utilizar as suas próprias imagens é uma opção muito melhor do que utilizar fotografias de arquivo, porque é provável que sejam mais relevantes para o seu conteúdo, para além de parecerem mais autênticas e genuínas. No entanto, se utilizar as suas imagens, é necessário garantir que a qualidade é a melhor possível para conseguirem seduzir os utilizadores a clicar.

Tamanho da imagem
O tamanho do ficheiro é tão importante como a qualidade da imagem. O ficheiro não pode ser muito grande se quiser que as suas páginas web sejam carregadas rapidamente. Um website lento afeta a sua visibilidade dos motores de busca, porque cria uma experiência de utilizador inferior. Os visitantes em dispositivos móveis, em particular, não esperam muito tempo. Monitorize o número de pessoas que visitam o seu site a partir de um dispositivo móvel com o Google Analytics.

Texto alternativo da imagem
O texto alternativo da imagem é um texto alternativo que é mostrado se não for possível apresentar uma imagem. Descreve o que está a ser mostrado na imagem. Isto é importante se houver uma imagem em falta, a ligação à Internet estiver lenta, estiverem a ser utilizados dispositivos diferentes que não conseguem carregar imagens ou se pessoas com deficiência visual estiverem a utilizar leitores de ecrã para consumir conteúdo. O texto alternativo também fornece informações ao Google para que possa indexar as suas páginas com precisão.

Nomes dos ficheiros de imagem
Os motores de busca utilizam os nomes dos ficheiros de imagem para compreender melhor o que está na imagem. Se tiver uma imagem do seu hotel ou dos quartos do hotel, certifique-se de que o nome do ficheiro reflete isso com precisão. Por exemplo, quarto-deluxe-nome-hotel.jpg. Evite nomes de ficheiro como 1234abcd.jpg.

Dados estruturados

Os dados estruturados, também conhecidos como marcação de esquema, são código que ajuda o Google a perceber melhor os elementos nas suas páginas web e a forma como abordam as pesquisas dos utilizadores.

A consistência é importante no que toca ao esquema. Por exemplo, o nome do hotel, a morada e o número de telefone ou os dados de contacto têm de ser consistentes em todas as páginas, para que não haja confusões.

A melhor opção pode ser simplesmente investir num criador de sites concebido especificamente para hotéis, o que otimiza automaticamente o seu conteúdo.

Melhoria da velocidade das páginas

Uma das piores experiências para um utilizador é um site ou uma página que se recusa a carregar. Ninguém gosta de um website lento e, com a recente atualização do Google que se concentra mais nas páginas que oferecem ótimas experiências aos utilizadores, é necessário dar ainda mais importância aos tempos de carregamento do website do seu hotel.

Se sabe ao certo por onde começar, pode executar análises com o Google PageSpeed Insights . Isto dará ao seu website uma pontuação juntamente com algumas recomendações sobre como melhorar e otimizar a velocidade do seu site.

Quanto mais depressa o seu site carregar, menor é a taxa de rejeição (pessoas que saem do site na mesma página em que entraram). Quanto menor for a taxa de rejeição, maior é a possibilidade de conseguir uma reserva, já que significa que os viajantes estão a navegar por várias páginas – uma indicação de interesse genuíno.

Verá muitas vezes que os tamanhos dos ficheiros de imagem são muito grandes ou que se tem demasiados vídeos no site. Por vezes, é necessário otimizar o código.

Sabendo que o tempo médio de carregamento de um site para computador na primeira página de resultados é de 1,65 segundos, definitivamente vale a pena o esforço. Se tiver o azar de ter um site que demora cerca de 10 segundos a carregar, a probabilidade de alguém sair do site antes mesmo de carregar aumenta em mais de 120%.

Os sites móveis são ainda mais difíceis de otimizar e normalmente são mais lentos, com umestudo recentea mostrar que o site móvel médio demora 27 segundos a carregar. Assim, como pode ver, fazer melhorias no seu site pode dar-lhe uma boa vantagem face à concorrência.

Existem algumas tarefas comuns que podem ajudar a melhorar a velocidade do seu site:

1. Comprimir as imagens
Reduzir o tamanho dos ficheiros de imagem ajuda o site a carregar mais rapidamente, e há várias ferramentas que pode utilizar para fazê-lo. É muito comum, porque as imagens de alta qualidade são normalmente ficheiros grandes.

2. Utilizar a cache do navegador
O cache do navegador tem a ver com a retenção de recursos carregados anteriormente para que não seja necessário carregá-los sempre que o mesmo utilizador visita o site.

3. Reduzir o HTML, CSS e JavaScript
Minimizar o espaço que o código ocupa é outro grande fator. A minificação é o processo de remoção ou correção de informações desnecessárias ou duplicadas sem afetar a forma como um navegador as processa.

4. Eliminar recursos de bloqueio de renderização
Os recursos de bloqueio de renderização significam que alguns recursos no seu website estão a impedir que as partes importantes da sua página sejam mostradas no navegador. Por exemplo, enquanto hotel, pretende que o logótipo, a faixa e as imagens dos quartos sejam carregados antes de um plug-in de partilha nas redes sociais.

Torne o seu website compatível com dispositivos móveis

A primeira coisa a considerar ao verificar se o seu site é compatível com SEO e adaptado a dispositivos móveis é perguntar que o sistema de gestão de conteúdo (CMS) utiliza, caso exista. A maioria dos CMS agora tem plug-ins ou complementos que permitem ao utilizador tornar o site mais compatível com SEO.

Muitas vezes, para o seu hotel, pode ser um processo muito mais simples utilizar um criador de sites para hotéis, que trata disso tudo automaticamente e é atualizado sempre que o Google faz alterações ao algoritmo.

Dê uma vista de olhos ao criador de sites da SiteMinder para ver do que estamos a falar.

Considere os seguintes fatores para tornar o seu website móvel mais reativo:

  • Verifique a velocidade de carregamento do seu website noutros dispositivos.
  • Inclua a “metaetiqueta Viewport”.
  • Torne os botões suficientemente grandes para funcionarem na versão móvel.
  • Utilize tamanhos de tipo de letra grandes.
  • Comprima as imagens e o CSS.
  • Realize testes móveis.
  • Utilize a característica de clique para telefonar.

Melhorar o conteúdo existente

Embora o novo conteúdo seja sempre fantástico e um fator essencial num SEO forte, também há espaço para melhorar o que já tem.

Pode fazê-lo ao analisar o seu conteúdo atual com:

  • Ferramentas de mapeamento térmico – Ferramentas como o Hotjar permitem ver de que forma os visitantes se comportam no seu website. Onde clicam, para onde se movem e o que percorrem. Por exemplo, estão a ignorar informações importantes?
  • Gravações de sessão – O Google Analytics permite ver quais as páginas do seu website que estão a registar mais sessões e visitas, para que possa duplicar o conteúdo bom e melhorar o conteúdo mau que não está a funcionar.
  • Verificação da visibilidade – A consola de pesquisa do Google permite-lhe ver em que palavras-chave o conteúdo está a ter maior impacto e que palavras-chave estão a impulsionar impressões e cliques no seu website. Se tem impressões altas mas cliques baixos para uma palavra-chave ou tópico, talvez queira ver se falta alguma coisa no seu conteúdo atual.

Depois de analisar corretamente o seu conteúdo atual, pode começar a criar novos tópicos para explorar, ampliar partes de conteúdo existentes ou simplesmente otimizar o que já tem com as melhores palavras-chave.

SEO fora do site

SEO externo refere-se a fatores que aumentam e demonstram a autoridade, relevância e confiança de um website. Estes são elementos que não pode controlar diretamente, mas que pode certamente influenciar.

Um exemplo é a criação de ligações, que é uma espinha dorsal do SEO. O Google analisa as páginas para ver como é que as pessoas se vinculam a elas, ponderando o valor e a relevância. Pense nisto como um voto.

As ligações internas permitem mostrar ao Google como o conteúdo do site se relaciona entre si e identificar as páginas mais importantes. As ligações externas navegam para outros websites que não são seus. A criação de ligações externas permite apoiar as reivindicações feitas, ajudar outros sites que possam ajudar de volta, criar confiança junto dos hóspedes ao fornecer conteúdo útil, criar conteúdo mais fiável e associar o seu site a outros sites de elevada qualidade. As ligações inversas são ligações que chegam ao seu site a partir de fontes externas.

No que toca à criação de ligações, a Backlinko tem várias sugestões:

  • É fundamental que a página que faz a ligação inversa para o seu site seja umapágina com um elevado grau de autoridade, caso contrário, o tráfego pode não ser significativo ou particularmente relevante. Também ajudará a passar autoridade para a sua própria página. Se o Google perceber que a sua página é considerada valiosa por conteúdo de autoridade, também o favorecerá.
  • A relevância é importante – Se obtiver uma ligação de elevado grau de autoridade para sua página a partir de outro site, mas o conteúdo não for relevante para o seu público, pode não conseguir melhorar o seu SEO.
  • O posicionamento da ligação é fundamental – Não enterre ligações em lugares escondidos ou no rodapé das suas páginas. São consideradas mais valiosas no corpo das suas publicações.
  • Texto de ancoragem – O Google presta muita atenção ao texto real com ligações no seu site. Utiliza isto como um sinal de classificação. Por isso, se criar uma ligação num texto que diz “restaurante vegetariano”, o Google assumirá que a ligação é sobre esse assunto.
  • Ativos visuais – Os gráficos, tabelas e imagens são alvos muito fáceis de ligações e normalmente estão cheios de informações muito úteis. Por isso, se houver uma forma de criar um ativo para o seu site para o qual as pessoas criam ligações, pode valer a pena o esforço.
  • Divulgação – Estabelecer ligação a escritores e influencers que criarão ligações para o seu site tem inúmeras vantagens. Tente entrar em contacto com bloggers de viagens para lhes oferecer uma estadia.

Outros fatores externos que podem influenciar os seus esforços de SEO são atividades de construção de marca, como:

  • Marketing nas redes sociais
  • Marketing de pagamento por clique
  • Avaliações online
  • Conteúdo gerado pelo utilizador
  • Campanhas de TV, rua e rádio

Em primeiro lugar, é essencial ter uma marca com a qual os seus hóspedes se possam familiarizar e com a aqual possa criar um relacionamento. Por sua vez, isso aumenta o número de pessoas que pesquisam pelo seu hotel, que falam dele online, que criam ligações para o seu site e, como resultado, tudo isto impulsiona os seus esforços de SEO.

SEO local para hotéis

SEO local refere-se ao processo de otimização da sua presença online para atrair mais negócio a partir de pesquisas locais relevantes.

SEO local é enfatizar a sua localização como forma de ter uma ótima classificação para pesquisas específicas. Afinal de contas, os viajantes não pesquisam simplesmente um hotel, pesquisam um hotel num local específico ou um “hotel perto de mim”. Na verdade, desde a COVID-19 e nos últimos anos, temos visto uma pesquisa crescente de “hotéis perto de mim”, assim como o crescimento da procura por comodidades específicas de hotéis, por exemplo, “hotéis pet-friendly perto de mim” ou “aluguer de cabanas perto de mim”.

Um dos primeiros passos é reinvindicar o seu anúncio Google My Business. Esta é uma conta gratuita que pode configurar e que lhe permite gerir o perfil comercial no Google. O seu perfil comercial aparecerá nos resultados de pesquisa normais, assim como nos resultados de pesquisa no Google Maps.

Indicará os principais detalhes, como a sua morada, dados de contacto, website, horário de funcionamento e muito mais. A criação de uma conta Google My Business permite-lhe personalizar todas estas informações.

Coisas úteis que pode fazer:

  • Responder a avaliações.
  • Responder a perguntas.
  • Ativar as mensagens.
  • Apresentar fotografias.
  • Fazer publicações semelhantes às do Facebook.
  • Destacar os principais elementos da sua empresa.
  • Dar prioridade às informações que pretende apresentar.
  • Incluir uma ligação através da qual os hóspedes podem fazer reservas.
  • Incorporar palavras-chave para ajudar a classificar o SEO local!

O Google dará prioridade a secções do seu perfil, consoante o que alguém pesquisou, mas tem de garantir que há informações suficientes para permitir que o Google faça o seu trabalho. Direcione palavras-chave adequadas, forneça informações úteis e dê aos utilizadores um motivo para confiar em si. As avaliações e respostas podem aparecer no seu perfil, por isso tem de estar sempre em cima delas se quiser causar uma boa impressão.

Não se esqueça de que existem dois conjuntos diferentes de resultados de pesquisa quando alguém faz uma pesquisa local:

  • Os resultados “snack pack”.
  • Os resultados orgânicos normais.

Se não estiver familiarizado com os resultados “snack pack”, eles estão contidos numa área em caixa que aparece na primeira página de resultados quando é feita uma pesquisa online local através do Google. A caixa Snack Pack apresenta os três anúncios comerciais locais mais relevantes para a consulta de pesquisa. O tráfego é dividido uniformemente entre os dois tipos de resultados, por isso vale a pena apontar para ambos, que é onde o seu SEO local tem de ser eficaz.

Uma ideia que pode funcionar bem para o seu hotel é a criação de publicações sobre os “melhores” da sua zona. Por exemplo, “melhores restaurantes em…”, “melhores atrações em…”, “melhores passeios para fazer em…”.

Avaliação do SEO

Claro que se deve implementar novos planos e estratégias de SEO, mas a certa altura é necessário saber se está a resultar e a dar retorno face ao investimento. Tem de monitorizar e avaliar a sua melhoria através das principais métricas de SEO.

Algumas métricas que deve ter em conta:

  • Receita
    A parte mais importante para monitorizar qualquer trabalho de SEO é a receita. O tráfego orgânico está a gerar reservas diretas? Pode avaliar isso com ferramentas como o Google Analytics.
  • Metas e conversões
    Para além da receita, é necessário definir algumas metas para o seu website, incluindo reservas de hotel, pedidos de contacto concluídos ou até registos no blogue.
  • Tráfego orgânico
    Naturalmente, este é muito importante, já que o objetivo do SEO é o crescimento do tráfego orgânico. Nota a existência de mais tráfego para as suas principais páginas da web do que antigamente?
  • Classificações de palavras-chave
    Se estiver a direcionar ativamente determinadas palavras-chave com o seu conteúdo, é necessário verificar o desempenho do seu site em relação a essas palavras-chave. Encontra-se em algum top 10?

Software de SEO para hotéis

Infelizmente, não existe nenhum software de SEO para hotéis dedicado no mercado, mas todas as ferramentas que normalmente se utilizam para SEO também podem ser utilizadas para o seu hotel.

Há vários softwares e ferramentas que podem ajudar nos seus esforços de SEO, nomeadamente:

  • Google Analytics
    O GA é perfeito para configurar e monitorizar as principais métricas e metas. No entanto, na qualidade de hotel, é necessário monitorizar as transações e a receita, para além de ver que quartos ou hotéis estão a contribuir para sua receita.
  • Consola de pesquisa do Google
    Permite medir o desempenho do seu website, corrigir problemas e ver como o Google visualiza o seu website.
  • SEMRush
    Este é um pacote de ferramentas tudo-em-um que possui funcionalidades de pesquisa concorrencial, pesquisa de palavras-chave, análise de ligações inversas, classificações de monitorização e pesquisa de PPC.
  • Ahrefs
    O Ahrefs é outra ferramenta completa que inclui funcionalidades de pesquisa de palavras-chave, análise de ligações inversas, pesquisa de conteúdo e SEO técnico.
  • Screaming Frog
    É um auditor que monitoriza e analisa o seu site em busca de possíveis erros e oportunidades de SEO.
  • Accuranker
    Monitorize as suas classificações de palavras-chave para medir a visibilidade ao longo do tempo e em comparação com os principais concorrentes.
  • Google My Business
    Conforme indicado, dar-lhe-á uma grande ajuda no que toca ao SEO local.
  • Keyword Planner
    A ferramenta de pesquisa de palavras-chave da Google.

Lista de verificação da estratégia de SEO (principais recomendações)

  • SEO é o acrónimo de “search engine optimisation”, ou “otimização de mecanismos de pesquisa” e combina vários métodos e estratégias criados para aumentar a quantidade de visitantes do website do seu hotel a partir dos motores de pesquisa.
  • Uma das melhores coisas sobre o SEO e o tráfego orgânico é que são essencialmente gratuitos e perenes, para além de poderem resultar em reservas diretas.
  • Palavras-chave são as palavras e frases que direciona e à volta das quais é criado o conteúdo, com base naquilo que sabe que o seu público-alvo provavelmente pesquisará.
  • SEO no site ou na página basicamente significa qualquer coisa que o utilizador vê e o que os mecanismos de pesquisa veem.
  • SEO externo refere-se a fatores que aumentam e demonstram a autoridade, relevância e confiança de um website.
  • É necessário criar conteúdo relevante, fiável, exclusivo e aprofundado.
  • Otimizar os elementos e imagens do website é extremamente importante para o SEO.
  • A construção de ligações pode ser um poderoso impulsionador de tráfego e classificações quando realizado corretamente.
  • Os dados estruturados, também conhecidos como marcação de esquema, são código que ajuda o Google a perceber melhor os elementos nas suas páginas web.
  • É essencial que os tempos de carregamento da sua página sejam tão baixos quanto possível para reter visitantes no seu site.
  • Coloque um grande foco no SEO local e no seu perfil comercial do Google paramelhorar as conversões de metapesquisa.
  • Lembre-se sempre de monitorizar as suas métricas de SEO e utilizar software ou ferramentas úteis.

Thanks for sharing

Sign up to our blog and receive regular updates on the content you're into

Send this to a friend